sexta-feira, 17 de abril de 2015

Pergaminhos de uma carta

Cada pedaço
em mim restaurado
tem um sorriso
tem brilho e atrito
coragem e abrigo

Cada pedaço
do meu coração
despedaçado por ti
tem amargura
choro e censura

E ambos moram
no teu coração

Nenhum comentário: