sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Mania de Lua

Ah, mania de lua
que não me desgruda!

Mas se preciso 
eu descrevo o sol
e arribo os lençóis 
de varais ribeirinhos

Eu só preciso de folhas
lápis e gente
para novas histórias
e risos contentes

Nenhum comentário: