sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

A velha carroça

E a carroça
a passeio na roça
rondou meus pés
roubou meu silêncio
e no sossego
deu um nó

Bastou uma carroça
e toda essa joça 
roubou nosso ar

Nenhum comentário: