sábado, 8 de novembro de 2014

Socorro

Eu desci o morro
A espera de socorro 

Vi um labirinto
Cercar o meu caminho

Eu fugi de casa
E não sei de nada

Saí pra vida
E não vi a saída

É, não vi saída

Nenhum comentário: