sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Uma carta ao destino

Caro destino
leve contigo
as malas guardadas
no quarto vazio

Leve as cartas
não datadas
sem destinatários
e remetentes

Deixe aquele livro
cheio de rabiscos
e a pasta preta
com um amuleto

Agora vá
engane outra pessoa
não farei mais cartas
deixe-me no silêncio

Nenhum comentário: