terça-feira, 21 de outubro de 2014

Sombria festa

Eu vim da festa
onde tinha orquestra
bolo e doces
e sons à beça

Eu vim do túmulo
que de muito escuro
deu-me a coragem
de encarar os defuntos

Eu vim das terras
onde todos esperam
uma morte bravia
ao invés de longa vida

Eu vim das festas
onde há cantos
e desencantos
no estalo da moeda

Nenhum comentário: