quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Ponte

Ah, ponte da espera
quem dera houvesse
a menina de ontem
lá de cima acenando
e a minha espera

Ah, ponte aberta
que engoliu a moça
criando uma poça
de lágrimas minhas

Ah, ponte concreta
que não baila comigo
em risos esquisitos
e esqueceu a menina
que estava comigo

Nenhum comentário: