domingo, 19 de outubro de 2014

Estranha moça

É uma menina
que ontem sorria
mexia os cabelos
e nada dizia

É uma mulher
que de tão atrevida
beijou-me no escuro
e pagou a bebida

É uma adolescente
que ainda se encanta
com príncipe branco
e beijos proibidos

É um ser estranho
medonho em tamanho
perfeito ao extremo
e que se apaixona

É uma moça
com pele de louça
que chora sozinha
e sorri para o povo


Nenhum comentário: