quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Ainda fico

ainda fico
fico com tudo que não é meu
com o sigilo das belas tardes
com o início que já pereceu

pereceu mas bem longe
longe de onde podemos sorrir
perto de tudo que já conheciamos
distante do tal verbo ir

sei que a saudade mata
mas você consegue entender
entender o porquê digo isso
algo a mais podiamos fazer

vai para longe
longe das nossas conquistas
conquiste o seu agora sem eu
leve o seu nome a uma revista

Nenhum comentário: