domingo, 28 de setembro de 2014

Primavera

E minha alma
Ainda apertada
Entoa as últimas
Notas do inverno

Não é atraso
E sim um colapso
De tons coloridos
Que estão florescendo

São as últimas notas
Da canção sem cor
Que brinda a chegada
Da Primavera

Nenhum comentário: