sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Metade da vida

Metade do versos
que eu carrego
estão nas ruas
pedindo socorro
bailando as pressas

metade da vida
é um cemitério
de boas lembranças
sonhos perdidos
e mil lamúrias

metade da vida
é um eterno

Nenhum comentário: