quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Juca do sertão

E lá ia ele
cantando os instantes
imitando a tristeza
que o sol regava
à um bravo calor.
Este era Juca
o sertanejo distante
de toda a urbanização!
Carregava em seu lombo
o peso da fome
que não o custara
mais que um pedaço de pão.

Nenhum comentário: