quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Esmo

tempo
que não desanima
choro
que muito combina
dor
que tanto assimila
o que é saudade

Nenhum comentário: