sexta-feira, 18 de outubro de 2013

amor do imaginário

[...]e quando
chega a noite
você deita sozinha
no canto da cama
e por lá lamenta
os teus não feitos

desvire-se
teu amor vai chegar
na velocidade 
dos teus pensamentos
e quer te encontrar

ele quer-te acordada
quer te acobertar
e no silêncio da noite
quando o sono pegar
ele vai te deixar

durma princesa
teus pensamentos
fez-te adormecer
teu amor
é um desejo
ele não vai morrer

Nenhum comentário: