sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Menina Severina

Se apresse menina
corra Severina
A chuva apontou a montanha
com raios de luz
e trovoadas
temos que sair daqui

ande Severina
dê-me as mãos menina
o perigo da cidade é a rua
os potentes motores
e os meninos

viva Severina
você não mais é menina
sabes que a moça
só vai a missa
usa vestidos
e casa virgem

volte Severina
no mundo não tem mais menina
da chuva elas perderam o medo
amam os potentes motores
e não mais vão a missa

Nenhum comentário: