sábado, 10 de setembro de 2011

verdade mórbida

posso pedir ao tempo
...ou mesmo as águas!
onde foi que eu errei?
sabe, morri ontem
estou em outro mundo
desabafando
o que aí não tive coragem

volta pra mim!
eu preciso de ti
posso dizer não
mas é você quem decide
o que realmente é verdade...

sabe das alianças?
não sei onde guardei!
...ainda pode ser útil
contar a verdade

desejo o melhor pra você
o que você me pediu...
fidelidade[...]
por minhas mentiras você partiu

eu vou...
posso passar por você
nem mesmo olhar para trás
correr contra o meu inimigo
contra o mágico tempo...

Nenhum comentário: