sexta-feira, 16 de setembro de 2011

um anjo

voe criança
alguém te observa
pássaros se amam no pico
um outro mundo te espera

a estrada é certa
mas sou indeciso
a criança anseia o voo
eu já estou aflito

juntos morreremos
mas não sei o que é morrer
talvez a criança saiba
ela tem um belo sorriso

serei um anjo
serei como essa criança
que ainda não se entristeceu
acredita ainda ter esperanças

nos perdemos na sorte
na sorte de não saber
aquela criança sumiu
pra que eu pudesse aprender

Nenhum comentário: