terça-feira, 20 de setembro de 2011

escolha obscura

há um mundo de trevas
onde quero me esconder
onde as noites não acabam
lá tudo pode acontecer

existe um mundo
uma nova história
um novo ser a nossa espera
um trono onde presto glórias

milagre ou sorte
eu espero outra aurora
no abismo da solidão
eu me escondo da morte

quero fugir dessa escolha
não mais anseio voltar
o horizonte que agora me espera
é a esperança de um novo raiar

Nenhum comentário: