sexta-feira, 2 de setembro de 2011

crime sem sorte

noite passada sonhei contigo
pensei ser tudo o que vi
sinceridade acima de tudo
um mundo meio mundo

noite passada você estava aqui
e nunca nos separamos
sempre nos acovardamos
e sempre fui obrigado a partir

ainda é cedo
cedo pra afirmar que te perdi
imensidão maior que o seu beijo
pode até nem existir

ainda posso escutar
escutar um grito inconformado
que não sabe como se curar
ou simplesmente ouvir um até mais


Nenhum comentário: