sábado, 27 de agosto de 2011

não me aventuro

diga gosto de ti
ainda temos o que ceder
nossa lua está crescente
vou ao jardim flores colher

vem comigo
podemos encontrar uma ilha
descobrirei uma estrada
cortejo que mora a umas milhas

desejo conhecer o lago do amor
a trilha de rosas a nos esperar
a foz deste lago canta o seu nome
desemboca num rio um assoviar

então vamos
existe uma sorte de becos e trilhas
as águas do lago apontam um futuro
um mundo que existe a milhas e milhas


Nenhum comentário: