segunda-feira, 11 de julho de 2011

o verde de fases

o verde me faz
um ser mui capaz
de ver a poesia
onde tudo se faz

o verde entoando
música ao vento
poesia dançante
mágoa morrendo

baile-te vento
folhas ao chão
morra-te galha
alguém não tem pão

sofra jardim
esqueça o calr
escuro verde
verde do amor


Nenhum comentário: