sexta-feira, 29 de julho de 2011

eterna menina

suja de barro
nariz escorrendo
piolho é presente
menina correndo

hoje me lembro
hoje eu desejo
lembrar o passado
o que não mais vejo

menina minha mulher
não cutuca mais o nariz
acorda de cara bonita
os piolhos não mais te quis

eu sim te quero
te amo suja ou não
com a boca fedendo ou lavada
te amo de montão

Nenhum comentário: