quarta-feira, 8 de junho de 2011

pedra e paixão

pedra parada na lama
pedra avistando o mar
longe do asfalto e no boco do rio
banco de areia e gente do ar

pedra polida por chuva
triste por não andar
pedra parada namora escondido
as águas que passam sabe contar

pedra que encanta o pôr do sol
a noite está por enciumar
a nuvem passou e contou-me um segredo
disse que o dia vai acabar

o sol está tristonho
pois as nuvens não podem ajudá-lo
diz estar longe e sentindo sua falta
pedra que um dia também morrerá

Nenhum comentário: