quinta-feira, 9 de junho de 2011

luz sombria

veja aquelas rosas no chão
pense no anjo que pode salvá-las
pense nas pétalas redesenhadas
estou esperando a sua chegada

veja o caminho que eu percorri
sinta a distância que a lua me traz
estou segurando uma rosa nas mãos
estou esperando a sua chegada

marque o caminho com os pés
para que não possamos perder
estou eu a lua o banco e uma rosa
ensaiando como te receber

marque este momento
seja a criança desejando um ser
cure a ferida nos meus olhos cegos
vá mas não me deixe ver

Nenhum comentário: