sábado, 4 de junho de 2011

erro

por que não perdoar
se errar é tão natural
se a vida vive se desculpando
pra mim que sou mortal?!

eu não posso te devolver meu desejo
mas nunca deixarei de perdoar
minha confiança pode se desmoronar
mas minha obrigação é te perdoar

matar o que mora em mim é impossível
por isso pareço te amar
mas este olhar é de pura amargura
da infelicidade de me obrigar

mais que perdoada
mas sabendo que você ainda mora em mim
o meu perdão não foi obrigado
seja pra outro o que não foste pra mim

Nenhum comentário: