sábado, 25 de junho de 2011

digo posso

eu posso ir bem longe
distante à uma milha
sentado aqui na calçada
louco pra te encontrar

anseio percorrer o mundo
voar o céu que eu sonhei
beijar surrando as cordas
quebrar um violão ao meio

a canção pode me surtar
loucura é saber cantar
surto de cifras alimenta
letras é um tormento

sem rima aconteço
só a música pode rimar
as notas criaram o mundo
um mundo chamado desejo


Nenhum comentário: