quarta-feira, 8 de junho de 2011

cama sem corpo

senti sua falta
ontem dormi sozinho
não pensei estar sozinho
mesmo você estando comigo

solte suas verdades
minta o que nunca aconteceu
sinta-se a vontade pra falar comigo
esqueça essa briga que não te esqueceu

esse quarto ainda é nosso
eu tive o poder e te perdoei
o seu poder é a sua vontade
vontade de não querer me esquecer

antes que eu possa te ver
essa sua carta me faz esperar
volte ao leito a ti pertencente
vamos logo fazer as pazes

Nenhum comentário: