segunda-feira, 30 de maio de 2011

minha mulher

não precisa mentir
nosso jogo acabou
agora podemos ser amigos
já que isso é o que nos restou

não se prenda a este fracasso
perdemos por não aceitarmos a dor
tudo na vida é prometido
prometido ao que merece o nosso valor

nada de lágrimas
não se esconda quando eu passar
aceite a verdade com largos sorrisos
não há carência que possamos chorar

não sei por que acreditar em destino
talvez ele force nossa história passar
mas creio em um instante pra mim destinado
que grave essa história mas sem me matar

não vou aceitar sua bobagem
a nossa amizade não pode acabar
é ela quem trouxe a nos dois o segredo
de que bons amigos sabem se amar

largue essa mão meia estranha
tire do colo o que não é mais seu
eu não mais tenho esse anjo carente
mulher que mentindo tirou o que é meu

Nenhum comentário: