quarta-feira, 11 de maio de 2011

menina parte 2

Menina do caça tesouros
O adoleta ainda não morreu
Só o faço agora em lembranças
Pois aquele menino cresceu

Lembranças de ti, menina
Dos caminhos que não vão morrer
Dos beijinhos sempre escondidos
Da inocência que me fez crescer

Menina que o tempo não mata
Rasgar suas fotos não é te esquecer
Menina passado escondido
Menina presente de Deus

Menina suja de terra
A vida não te esqueceu
Cinderela descalça no asfalto
Menina do mundo é meu

Menina o pai é teu fã
Menina você é mulher
Sua mãe é essa poesia
E em você eu me inspirei

Nenhum comentário: