terça-feira, 31 de maio de 2011

amor é poesia

o mundo pode acabar
as letras não podem sumir
os anjos por mim que morram
mas a poesia tem que existir

o ancião tem que morrer
pois uma criança tem que sorrir
o céu pode ser cor de rosa
mas as estrelas tem que existir

o som pode até sucumbir
os instrumentos da terra fugir
a canção pode ser assassinada
mas a música tem que existir

o amor pode morrer
pois isso depende de mim
o ódio é quem cria a canção permanente
por isso a poesia tem que existir

Nenhum comentário: