quarta-feira, 27 de abril de 2011

era ela

eu já posso partir eu nada daqui levarei
eu já posso seguir meu caminho
pois por estes um dia andei

eu já posso brincar de adoleta
posso voltar tempos atrás
brincar de adoleta com aquela menina
aquela menina que não brinca mais

eu já posso andar sem mãos dadas
aquela menina não é minha mais
quero brincar de passar anel
pra ver se volto um poco lá atrás

eu já posso parar de pensar
pois essa menina não volta mais
hoje estou longe daquela cidade
com o meu tudo que ficou para trás

Nenhum comentário: